Nossa história

Como é bom recordar! Conheça os detalhes da nossa caminhada até esse grande sonho.

Tudo começou quando ainda nem nos conheciamos. A família da noiva e do noivo mudaram-se na mesma época para o mesmo condomínio. O Rubens (pai do noivo) estacionou o carro na garagem da Janice e do Javier (pais da noiva), que foram ver quem estava ocupando e deixaram um bilhete no carro escrito: "Favor tirar o carro da minha garagem" (hahaha). Desde o "encontro" (hahaha) houve simpatia dos casais que iniciaram uma amizade. Conversa vai, conversa vem, chegou o assunto dos filhos. Janice falou que tinha duas meninas, uma de 16 anos e uma de 8 anos. Já o Rubens falou que tinha dois rapazes, um de 20 anos solteiro e outro de 22 anos que namorava. Janice e Lenir (mãe do noivo) se empolgaram com a idéia de nos apresentar, fizeram propaganda de um para o outro e tentaram inúmeras vezes marcar um encontro "ao acaso", porém todas sem sucesso.

 

Até que numa festa de confraternização do condomínio Diogo resolveu passar pelo salão de festas para cumprimentar sua mãe. Gessyca estava lá e os dois começaram trocar olhares envergonhados. Ela começou a agir "ao natural" (só que não hahaha). Ele ficou todo vermelho e em seguida foi embora. Sua mãe não perdeu tempo e anotou o MSN da Gessyca num guardanapo, porém anotou errado e não foi possível adicioná-la tão cedo. As "mães cupido" depois de vários dias consertaram as informações permitindo que os dois iniciassem papos e mais papos pelo MSN.  

Assim iniciou a história: o rapaz estudante de direito de 20 anos e a menina de 16 anos finalizando o terceirão se encantaram e apaixonaram desde o primeiro encontro. Tiveram muitos encontros e desencontros, idas e vindas, além, é claro, de várias conversas por MSN, Orkut e mensagens de texto (lembrando que nunca tínhamos a confirmação da visualização ne?! hahaha). Até que o último reencontro aconteceu no bloco dos sujos (carnaval de 2013), Diogo vestido de mulher e bem alegrinho resolveu acenar para a Gessyca, que respondeu o aceno. No dia seguinte Diogo entrou no Facebook e viu que a ela havia feito uma "Solicitação de Amizade". Após algumas conversas, marcaram um encontro para conversar. Antes de sair de casa ambos juraram que iam sair apenas como amigos, só que não foi bem como o imaginado.

Houve uma reaproximação instantânea, como se o tempo não tivesse passado e no final do encontro rolou um beijo! Agora aqui estão, noivos e aguardando ansiosamente pelo grande dia, da união diante de Deus, de todos os amigos e familiares amados! Dia de iniciar uma nova etapa da história, o "Felizes para Sempre"!